Praticamente tudo nesta frase está errado. É verdade que a criação de um logótipo é um processo que pode ser resolvido integrando o nome da marca dentro de uma estrela e pronto, está feito. Há inclusivamente imensos websites que disponibilizam ferramentas Faça-Você-Mesmo, ou até logótipos já criados, prontos a usar, e em todos os tamanhos disponíveis, para exportar para os mais diversos formatos. No entanto importa perceber primeiro o que é uma marca e qual o papel que um logótipo, tal como o naming desempenha para a marca.

O logótipo é a representação visual de tudo aquilo que a marca defende, é uma peça fundamental da sua identidade e merece que lhe seja dedicada uma atenção especial. Um logótipo bem estruturado permite aos seus clientes perceberem, desde logo, de que forma o seu negócio pode ajudá-los com as suas necessidades, transmitir a identidade da marca e a imagem de uma empresa estabelecida no mercado.

[img]http://asset.youoncdn.com/26d182415586827dc0b898d7b73b788e/32bb326fcce060706498d3ad7482c23d.jpg[/img][label]Logótipo “Nestlé”. 2015[/label]

Se olharmos, por exemplo, para o logótipo da Nestlé a imagem do ninho transmite todo o conceito de cuidado, de crescimento, de dedicação maternal e sentimento acolhedor, característico da estratégia de comunicação da marca e do tipo de mercado em que opera.

[img]http://asset.youoncdn.com/26d182415586827dc0b898d7b73b788e/bb6c274f1bc1425900c76b0db69a2ac1.jpg[/img][label]Logótipo “Nike” by Carolyn Davidson. 1995[/label]

Já o logótipo da Nike caracteriza-se pela dinâmica, organicidade, determinação e simplicidade.

Partindo do princípio que o seu objetivo é criar um logótipo que faça parte da sua marca e não a arruíne, existem alguns aspetos a ter em conta antes de partir para o papel ou para a tela do computador.

1. Conceito e Estratégia - A criação de um logótipo deverá ser parte integrante de uma estratégia de marca que inclui o desenvolvimento de um conceito, de uma linguagem e de uma mensagem com as quais os clientes se identifiquem,. A criação do logótipo, tal como o naming e os restantes elementos que compõem todo o universo de marca, deverão estar integrados numa estratégia e, caso essa integração esteja bem delineada, todos estes processos serão mais rápidos e orgânicos. Se a minha marca de roupa definiu uma estratégia divertida e jovem, se utiliza cores vibrantes e tem uma comunicação marcadamente urbana, a utilização de elementos de graffiti poderá ser um bom ponto de partida para a criação do logótipo. Se ainda não foi definida uma estratégia de marca, então este processo será mais aleatório e o logótipo irá depois determinar grande parte da estratégia de marca.

[img]http://asset.youoncdn.com/26d182415586827dc0b898d7b73b788e/831e252ab8bcce4e7dcb551b4c7fc304.jpg[/img][label]Logótipo “Stüssy”, marca de streetwear americana.[/label]

2. Análise de Concorrência - Fazer uma pesquisa pela concorrência é sempre um elemento fundamental em marketing, não para copiar, mas para percebermos o nosso mercado, aquilo que os nossos clientes contactam e como é possível fazer diferente e melhor. Lembre-se que os grandes logótipos são aqueles que conseguiram sobressair e não seguiram, mas ditaram as novas tendências.

3. Pensamento de Cliente - Partindo do princípio que já definiu na sua estratégia a tipologia do seu mercado, ponha-se na posição de cliente e pergunte o que gostaria de ver no logótipo da marca que será a resposta às suas necessidades.

Passada esta fase apresentamos agora algumas dicas para criar um logótipo espetacular para a sua marca:

4. Torne-o simples e funcional - Um logótipo tem de ser eficaz tanto num cartão de contacto, como também num outdoor de 12m x 5m. Criar algo com demasiados pormenores pode funcionar em grande escala mas ficar apenas um borrão quando impresso num cartão de contacto. Não se esqueça também que o seu logótipo aparecerá em faturas, fotocópias, jornais e em todo um conjunto de formatos que poderão caracterizar-se pela ausência de cor e por isso terá de ser funcional também a preto e branco.

5. Torne-o congruente - Para além da estratégia e conceito que já deverão estar delineados, o próprio nome da marca já permite retirar fortes indicações para a criação do logótipo. Se a sua marca de jóias se chama “Goldan’Silver” fará sentido criar linhas mais retas com um lettering clássico, congruentes com a imagem distinta e valiosa tradicional da marca. Criar algo divertido e relaxado poderia ter um impacto negativo já que uma marca de jóias baseia-se no valor das suas peças e dos materiais que as compõem.

6. Destaque o Fator-Chave de Sucesso - Se a sua empresa se pauta por disponibilizar o serviço mais rápido do mercado, pense em incluir elementos que façam alusão a esse mesmo facto, como um relâmpago.

7. Não utilize imagens de stock - É tentador utilizar imagens que já estão à venda, e algumas delas até são muito bem conseguidas, mas são facilmente copiáveis. A sua marca assume uma posição mais genuína e afirmativa e será mais capaz de se diferenciar da concorrência se apresentar um logótipo totalmente genuíno.

8. Torne-o duradouro - O seu logótipo deverá perdurar durante muitos anos ou então não fará parte da sua identidade. Ainda que possa e deva evoluir através de pequenas alterações que acompanhem as tendências, a essência do logótipo deverá manter-se e ser reconhecível ao longo do tempo e em qualquer lugar.

[img]http://asset.youoncdn.com/26d182415586827dc0b898d7b73b788e/3b0b8ac7c5e69c4e03ab5e5637d8b6a5.jpg[/img][label]Evolução do logótipo "Starbucks Coffe".[/label]

9. Avalie a utilização de múltiplas cores - Por muito que o arco-íris seja o símbolo ideal para o seu logótipo não se esqueça que, quando for para impressão, cada cor implica maiores custos. Experimente o seu logo em vários estilos desde monocromático, a versões com duas, três ou com todas as cores que tinha pensado. Faça um estudo das cores e escolha a melhor opção para o que quer transmitir com o seu logótipo.

10. Consulte um profissional - Fazer um brainstorm preliminar e pensar alguns caminhos para o seu logótipo é um trabalho fundamental para criar uma marca de sucesso. No entanto, esta é uma tarefa complexa e acarreta riscos para a sua marca. Embora seja tentador poupar no design, trabalhar com especialistas fará a diferença a longo, médio e até curto prazo. Eles poderão ajudá-lo a perceber quais as opções mais corretas e até mais económicas, saberão indicar-lhe se e como um logótipo pode ser aplicado e redimensionado para múltiplos formatos e têm já experiência relativamente a eventuais propostas promissoras ou desastrosas.

head-como-criar-um-logotipo.jpg